No início de Brasileirão, o Atlético era comandado pelo técnico Eduardo Coudet, atual treinador do Internacional


O Atlético, do técnico Luiz Felipe Scolari, iniciou o returno do Campeonato Brasileiro da mesma maneira que começou o primeiro turno, ainda sob o comando do técnico Eduardo Coudet, hoje no Internacional.


Após três rodadas, o Galo alcançou uma vitória, um empate e uma derrota no returno, os mesmos quatro pontos conquistados nas primeiras três partidas do campeonato. Felipão venceu o Santos, mas perdeu para o Vasco e viu o time ceder o empate com o Athletico-PR, na Arena da Baixada.


Já Coudet havia estreado com derrota para o Vasco, vencido o Athletico-PR, no Independência, e empatado sem gols com o Santos, na Vila Belmiro. O desempenho de 44,44% é aquém para o Galo se quiser seguir sonhando com uma vaga na Libertadores do ano que vem.


Para disputar a maior competição continental em 2024, o Galo terá que aumentar o aproveitamento. Com 31 pontos, o clube ocupa a 9ª colocação na tabela de classificação.


De acordo com o departamento de matemática da UFMG, o número que possui mais de 84% de chances para se garantir na Libertadores é 58 pontos. O Galo precisa conquistar 27 pontos nos 48 pontos que ainda disputará para se garantir no torneio continental do ano que vem. Um aproveitamento necessário de 56,25%.


Fonte: O Tempo